Sulgraff - Imprimindo as cores da vida

Fone.: (48) 3628-1462

E-mail: sulgraff@sulgraff.com.br

Entidades lançam Campanha de Valorização do Papel e da Comunicação Impressa

Data: 29/06/2011

Voltar

A Campanha de Valorização do Papel e da Comunicação Impressa, realizada em ação dos representantes da cadeia produtiva do papel e da comunicação impressa, foi oficialmente lançada em 24 de junho, na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

 

A iniciativa visa informar corretamente à opinião pública sobre a origem do papel usado para impressão. O objetivo da campanha é esclarecer que o uso de papel para impressão não provoca desmatamento no Brasil. Isto porque, no País, a produção da celulose e do papel é originária de florestas plantadas em áreas destinadas, exclusivamente, para este fim.

 

Por diversas razões, quais sejam, desconhecimento da realidade, intenção de valorizar as mídias, marketing comercial e social, dentre outras, há empresas, instituições e ONGs instrumentalizando a opinião pública contra a comunicação impressa. Assim, a meta da campanha é difundir, de modo amplo, os conceitos corretos da produção de papel destinado à impressão, mostrando que esse insumo não tem relação com a destruição de florestas e devastação ambiental, mas, sim, com o plantio de árvores para esse fim.

 

Além disso, o plantio de árvores para finalidade de uso industrial proporciona um ganho adicional para o Meio Ambiente: as florestas cultivadas com o propósito de produzir madeira para a fabricação de papel e celulose são absolutamente sustentáveis, e seu manejo permite manter grandes áreas plantadas, e que, sobretudo, na fase inicial de seu desenvolvimento, retiram significativa quantidade de CO2 (maior causador do chamado efeito estufa) da atmosfera – no Brasil, por exemplo, essas florestas absorvem 1 bilhão de toneladas de carbono da atmosfera por ano, de acordo com a Bracelpa (Associação Brasileira de Celulose e Papel).

 

O evento de lançamento

 

Com o mote “Imprimir é dar Vida”, as entidades da cadeia produtiva do papel e da comunicação impressa almejam informar à sociedade sobre seu compromisso com o meio ambiente e suas práticas de produção. A campanha pretende esclarecer dúvidas e, principalmente, trazer à luz da verdade algumas questões ligadas à sustentabilidade.

 

O evento de lançamento da campanha contou com uma apresentação sobre a produção sustentável do papel e da celulose no Brasil com um dos maiores especialistas na área, Sebastião Renato Valverde, professor do departamento de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Viçosa (MG).

 

Além disso, houve uma exposição da campanha e suas ações, que incluem site de esclarecimento da iniciativa (www.imprimiredarvida.org.br) e peças publicitárias – que, inicialmente, serão disponibilizadas às mídias da rede participante da campanha. Também na ocasião foi apresentado manifesto de apoio à campanha, assinado por vinte e uma entidades da cadeia produtiva, incluindo dos diversos segmentos da indústria gráfica (embalagem, formulários, etiquetas etc.), e dos setores de celulose e papel, livros, revistas, máquinas e insumos, além das áreas de publicidade, propaganda e marketing.

 

Os signatários do documento são: ABAP, ABIEA, ABEMD, ABIGRAF, ABIMAQ, ABITIM, ABPO, ABRAFORM, ABRELIVROS, ABRO, ABTCP, ABTG, AFEIGRAF, ANATEC, ANAVE, ANDIPA, ANER, BRACELPA, CBL, FIESP e SBS.

 

A cadeia produtiva do papel e da comunicação impressa é composta por cerca de 83 mil empresas, que empregam juntas 588 mil pessoas, representando um faturamento bruto de 85 bilhões de reais.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sistema Abigraf

Portfolio

Produzimos materiais especiais de identificação de produtos, inclusive para o ramo...

Dicas de Produção

Quando você for criar um material gráfico é importante prestar...

Cidade de Tubarão

Tubarão é, na linha histórica, uma cidade privilegiada por sua situação geográfica, por onde convergem as principais vias de comunicação.

Dados para Contato

2011 © Sulgraff. Rua Manoel Miguel Bittencourt, 555 - Humaitá de Cima - Tubarão - SC. Todos os Direitos Reservados